segunda-feira, 26 de março de 2018

Minha briga com a balança - parte IV


Quem nunca pisou na balança e viu que o esforço todo foi em vão?
Quem nunca se revoltou depois de ver os números subirem ou não mudar após uma semana de alimentação restrita e exercícios?
Quem nunca pensou que o seu problema realmente fossem os remédios ou até mesmo a mesa da sala de cirurgia?

QUEM NUNCA?

E com toda a sensação de fracasso que me ronda venho assumir que sim, eu me senti assim, me sinto e creio que muitas também se sentem. O sobrepeso e obesidade são reais, muitas vezes as dietas restritivas, as séries de exercícios não são o suficiente. Os problemas diários, ansiedade, problemas de saúde muitas vezes afetam a busca pela mudança que tanto procuramos, sempre pregamos que precisamos de tempo para nós, mas qual tempo?

No final do ano de 2017 resolvi que meu problema seria mais fácil se eu pudesse contar com a ajuda de um profissional. Na consulta com meu endócrinologista e cardiologista, não houve nenhuma alteração, exames  todos perfeitos e em ótimo estado, porém o endócrino achou por bem me fornecer um BUP, uma vez que meu casamento se aproximava e eu já vinha apresentando problemas para perca de peso mesmo com todos os exercícios que praticava, ele me receitou um medicamento chamado bupirona e também o famoso orlistat, na época estava com 92,800 resultado dessa dupla?  nada!

Ok, trocamos minha medicação, iniciei o tratamento com orlistaT e com locarcerina...90 dias de uso, ufa, voltei aos meus 88,200 quilos! Devido ao ótimo resultado que essa dupla apresentou, continuamos com eles, mais 90 dias, dia de pesagem no consultório, Novamente havia estacionado nos 88, uma nova decepção. Novamente uma troca foi necessária, entretanto prefiro por não divulgar o nome do medicamento por hora.

Em minha última aparição por aqui, estava cheia de motivação, de alegria em poder acordar no outro dia e poder começar de novo. Sim isso ajuda muito, mas e na prática, foi possível ver aqueles 10 quilos a menos que tanto queria?
NÃO, EU NÃO CONSEGUI.

De la pra cá muita coisa mudou, porém o meu peso continua igual a essa postagem! vamos as medidas para um comparativo:

peso atualizado dia 26/03/2017: 88,10 
Altura : 1,67
Manequim: 42/44
Busto: 116
Cintura : 111
Coxa: 68
Quadril: 114
Braço: 39
IMC atual de 31 e estou acima do peso

Realmente, houve um aumento significativo nas medidas ao meu ver e a perca de peso foi mínima devido a dieta pouco regrada e também a diminuição dos exercícios físicos praticados.
Ainda não iniciei os novos remédios e por hora tenho praticado zumba e amanha inicio minhas caminhadas, como não gosto de caminhar iremos aos poucos, mas todo esforço é válido.

LEMBRE-SE TODO MEDICAMENTO DEVE TER O ACOMPANHAMENTO DE UM PROFISSIONAL. TODOS OS MEDICAMENTOS AQUI CITADOS FORAM ORIENTADOS POR UM MÉDICO COMPETENTE E CIENTE DA SITUAÇÃO DO SEU PACIENTE. 

vamos comigo? vamos conversar e assim dar forças umas as outras
me conta aqui em baixo o que vocês gostaria de saber e vamos juntas nessa

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Minha briga com a balança - parte III


Sobre as desculpas que inventamos para nós mesmos


Ok, aceitamos o fato de estamos acima do peso e que é preciso cuidar mais da nossa saúde e imagem, não é uma regra, mas geralmente esse “despertar” acontece no final do domingo, depois de sair da linha durante os dias de descanso, afinal quem nunca?
Na segunda saímos em busca de dietas pela internet, damos uma passada no supermercado e fazemos a compra de itens pouco calóricos, deixamos o refrigerante e o aquele docinho de lado por uns dias porque precisamos comer certinho! quem já pratica exercícios jura de pé junto que de hoje não passa aquele aeróbico puxado. 


Mas caramba um imprevisto qualquer vai te impedir de ir para a academia ou de caminhar, você vai para casa e se depara com aquela comida que está só te esperando, hoje os exercícios e a dieta não foram seguidos como esperado, mas a promessa é que de amanha não passa, e assim continuamos a andar em círculos, tentando arrumar meios de começar o que sempre adiamos.
Resolvi escrever a respeito depois de notar o quanto eu mesma me sabotava, como já havia dito por aqui nos posts anteriores sempre fui gordinha, e em alguns períodos da minha vida cheguei até a obesidade (nesse período a minha desculpa eram os meus ossos largos, a falta de tempo para me exercitar, minha genética, meu metabolismo e até pensei em recorrer a medicamentos que me trariam uma perca significativa de peso mesmo todos os médicos me dizendo que esse não era o caminho e meu caso poderia ser tratado sem o uso de medicamentos se houvesse mais disciplina da minha parte ) 
Depois de perder boa parte do peso que precisava acreditei que seria fácil manter ou chegar ao corpo que eu queria. Foram inúmeras faltas na academia, mudanças de modalidade esportivas, várias comilanças que me fizeram engordar quase 6 quilos e chegar ao ponto de ter que começar tudo de novo por diversas vezes.




Mas preferia sempre perdoar minhas falhas e usar a desculpa do “hoje não deu amanha eu começo e novo”, o que não deixa de ser uma verdade, mas até quando esperaria esse amanha para olhar no espelho e ter o prazer de ver minha nova imagem sendo construída?  Mais uma vez senti a necessidade de repensar minhas atitudes e o que estou fazendo para alcançar um objetivo que só depende de mim
Essa semana depois  de usar as desculpas que havia inventado para justificar a minha falta de disciplina resolvi começar de novo ciente de que pode ocorrer falhas, mas que a única responsável pela minha realização sou eu mesma. Talvez quando conseguimos assumir nossas falhas seja mais fácil de começar de novo e encontrar forças para continuar com mais comprometimento e vontade, não é sobre viver de dieta, não é apenas sobre emagrecer, é sobre satisfação pessoal e cumprir com aquilo que me comprometi a fazer e deixar de inventar desculpas.



segunda-feira, 13 de março de 2017

Dica da Mah: Unhas feitas rápido e fácil

Oi gente bonita tudo bem? Como sempre apareci por aqui depois de um bom tempinho sumida devido a correria do dia-a-dia, mas a dica que tenho para hoje não podia passar, afinal que é que não gosta de estar com as unhas sempre lindas e bem feitinhas?
Gente sei que assim como eu existem pessoas que trabalham todos os dias, estudam, tem compromisso com o boy e casa...enfim, muitas vezes acabamos deixando nossos cuidadinhos de lado por falta de tempo, e eu estava assim.
Sempre gostei de ter as unhas lindas mas estava bem difícil associar meus cuidadinhos com o trabalho, os preparativos do casamento, pós-graduação, atenção para meu noivo, família e amigos, até que no sábado durante a aula uma amiga me indicou um "Removedor de cutículas" que segundo ela era vida e que depois que começou a usa-lo não precisou mais do uso do alicate para tirar as cutículas, pois com ele dava para fazer as unhas em 15 minutos!
Oi? como assim? então obviamente eu comprei e testei



O produto: como citado anteriormente o produtinho é o "VELOX REMOVEDOR DE CUTÍCULA" da "PEOPLE&CONNECTION". Na apresentação o produto aparece como sendo desenvolvido com a tecnologia medicatriz para facilitar o trabalho de manicures, pedicures e podólogos. Promovendo o amolecimento das cutículas favorecendo sua remoção, com fórmula hidratante.
Sim, trata-se de um creme de cor branca e com uma super absorção, ele deixa a cutícula bem molinha e facilita bastante o uso, o cheiro dele praticamente nem existe, então é tranquilo para usar em qualquer lugar, ele é pequenininho e tem um bico aplicador que facilita o trabalho e evita o desperdício.

A embalagem de 35ml custou R$ 18,00


modo de usar: Segui todas as instruções de uso, primeiro apliquei o produto nos cantos das unhas (contornando as cutículas) e aguardei por 3 minutos conforme recomendado. Após isso é só passar um algodão molhado (ou diretamente na água) para remover o excesso do produto e com ajuda de uma espátula empurrar e em seguida retirar a pele.
Bom minha amiga recomendou que eu usasse um palito de inox que é esse aqui:


Eu comprei ele junto com o produto, segundo minha amiga o lado que tem a ponta fina e parece um palito eu empurraria a cutícula antes de passar o produto com as unhas ainda secas, depois disso aplicaria o produto por 3 minutos e em seguida tiraria o excesso dele com água, na sequência usaria a outra ponta que parece uma rosca de parafuso, eu passaria ele pelo contorno da unha para retirar o excesso de de pele.

Particularmente não aprovei, pois acredito que com aquela espátula tradicional o resultado seria bem melhor, na próxima com certeza usarei a outra, no caso a da foto abaixo:


Bom, sendo assim testei o produto em minhas unhas que estavam pedindo #socorro #meajuda
Ah soube que para um melhor resultado o ideal é manter as cutículas sempre hidratadas e fazia bastante tempo que estava precisando fazer elas, então o resultado inicial não foi daqueles tão maravilhosos, porem eu gostei bastante




 Bom depois de aplicado o produto e feitos os procedimentos acima o resultado foi este:

Precisei dar algumas corrigidas com o alicate, mas foi pouco, na verdade foi um ou outro bifezinho que ficou ali preso, mas usando o Velox foi bem mais fácil e rápido, levei no total uns 30 minutos entre no processo total, incluindo a esmaltação, que essa semana o escolhido foi o " Chiffon da Vult"
Foi o primeiro esmalte da Vult que usei e já adorei!


Enfim é isso, acredito que seja uma boa compra principalmente para quem não tem tempo de fazer as unhas toda a semana usando aquele método tradicional, pois o produto é de fácil manuseio e bem prático de carregar junto a espatula, da para fazer até no trabalho.
Espero que tenham gostado da dica de hoje, um beijo e até a próxima 💗



segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Vamos falar sobre o batom vermelho



Lembro-me que quando era mais nova minha mãe usava o termo “vermelho putão”!
Talvez essa expressão não tenha sido usada só por ela, até alguns anos atrás o batom vermelho era um tanto polêmico, afinal, não era comum ele ser usado pelas “belas, recatadas e do lar”, pois essa cor extremamente feminina dava referência a mulheres sensuais e provocantes, que muitas vezes não era a melhor imagem (pelo menos não em determinadas épocas)
Mas graças a Deus (e eu acho que a internet também) o batom vermelho perdeu esse estereótipo e hoje esta entre o preferido das mulheres. Então você ai do outro lado se ainda não é adepta a essa cor eu garanto que é porque ainda não encontrou o seu. Se esse é o seu caso  da uma olhadinha nas dicas abaixo para você correr na loja e comprar o seu vermelho.


Para não errar: 



  • ·         Encontre o tom ideal para sua pele: Seja você loira, negra, japonesa, mestiça... Com certeza há um tom que fique maravilhoso em você.
  • ·         TESTE! Teste todos os batons, há uma infinidade de tons e coberturas, então pode testar quantos forem necessários, não tenha vergonha, só assim você vai encontrar a cor ideal
  • ·         Hidrate seus lábios: não adianta nada encontrar a sua cor se os lábios estão ressecados e com pele soltando, assim você tira o foco da cor para o ressecamento da pele da boca. Uma dica rápida e fácil é fazer uma esfoliação caseira com mel e açúcar antes de passar o batom, lembrando sempre de não pressionar muito, pois a pele dos lábios é sensível e você pode feri-la, após a esfoliação hidrate com um balm-lip
  • ·         Contorne os lábios antes da aplicação e inicie passando o batom do meio da boca para os cantos com auxílio de um pincel, assim a possibilidade de borrar é menor e você não corre o risco de ficar com os cantos da boca manchados.
  • ·         Não esqueça da pele! Uma pele bem feita garante um efeito muito mais bonita
  • ·         Aplique pó-compacto antes de passar o batom, assim você garante maior fixação e durabilidade da cor.
  • ·         Cuidado para não manchar os dentes (não da gente), uma dica é morder a ponta do dedo e fazer um bico com os lábios e ir puxando o dedo a fim de tirar o excesso de batom na parte interna dos lábios.


 A cor é bem democrática e todos os anos diversos tons de vermelhos são lançados, e na maior parte das vezes tratam a cor como “aberta e fechada”, e esse termo pode gerar alguma confusão:

Os vermelhos de tom abertos digamos que são mais claros, como cereja ou tomate, na minha opinião a atual estação pede esse tom, pois são mais leves e despojados para ser usando durante o dia com um look mais descontraído:







Já os vermelhos fechados são aqueles tons mais fortes e marcantes, combinam bastante com elegância do inverno por ser uma cor mais quente. Sabe aquela mulher poderosa? Provavelmente ela usa esse tom! Eles são ideias também para a noite, pois ele é democrático e permite a combinação com makes ousadas ou com o básico delineador.





Meu primeiro batom vermelho  eu comprei (pasmem) com 21 anos, e desde então não fico sem o meu queridinho que é o “330” da linha intense do boticário. Ele é um vermelho fechado e matte (cobertura seca), a uns anos atrás usava para trabalhar e ele havia virado minha marca registrada, mas com o passar do tempo enjoei e preferi usa-lo somente fora do ambiente de trabalho.











A cerca de dois meses ganhei um vermelho (um pouco mais fechado que o anterior) do meu noivo e ele virou a minha paixão também! É uma cor bastante alegre e notei que me deixa mais jovem, rs (esse é de uma marca que eu ainda não conhecia mas que já considero pacas) o batom é o “intenso” da Ruby Line, a cor é a "m" a cobertura também é mate, e é um dos melhores batons líquidos mate que já usei, pois não borra e pasmem, NÃO CRAQUELA! Esse merece resenha!











Apesar de ambos serem bem parecidos o batom da ruby line é um pouco mais fechado, mas incrivelmente prefiro usar ele durante o dia, por isso mais uma vez eu digo, não existem regras para o batom vermelho, você pode adaptar ele de acordo com o seu humor ou com o look escolhido.

Ruby Line

o boticário





E você, tem um batom vermelho maravilhoso ai? Me conta ai em baixo qual o seu preferido

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Minha briga com a balança - parte II



Logo quando comecei a postar no blog eu contei a respeito da minha constante briga com a balança (para quem não viu pode ler aqui) naquela época já estava perdendo bastante peso e isso me empolgava cada vez mais nas atividades. Durante o ano de 2015 me surpreendi positivamente com meus resultados na academia, já que treinava quatro vezes na semana (duas vezes treino aeróbico associando zumba, treinamento funcional e pilates, e nos outros dois dias musculação). Foi o período que mais perdi peso em toda minha vida, cheguei à casa dos 84 quilos em meados de setembro, mas com o fim daquele ano e inicio de 2016 foi que as coisas aconteceram.

novembro 2015

Quando a academia que eu frequentava mudou de donos os professores que me acompanhavam foram demitidos, e no lugar uma nova equipe que só dava atenção aos marombeiros, parecia que os gordinhos não tinham vez o me fez desanimar bastante (inclusive problema que ocorre em muitas academias, já ouvi muitas pessoa reclamar a respeito disso, então não foi um problema exclusivamente meu). Sendo assim procurei minha antiga equipe de Muai Thai, para minha surpresa a minha turma antiga já não existia eu já não me adaptava os horários da nova turma que fui encaixada. Passei por mais algumas academias, tentei voltar à antiga, mas não teve jeito, o ano de 2016 foi uma verdadeira catástrofe nesse sentido. Até que em setembro (de novo setembro) não aguentei mais a situação por que além de engordar o meu emocional já não estava legal!
Eu sempre fui uma pessoa com as emoções a flor da pele, e os exercícios era uma maneira de descarregar toda energia que tenho, mais uma vez aparece meu noivo e consegue enfim me lembrar o quanto o muay thai me fazia bem, e graças a um primo meu fui apresentada a uma nova equipe de que é a que frequento hoje,e é essa a atividade que mais me da prazer!

Benefícios do Muay Thai:



Mas e o emagrecimento?

O emagrecimento se encaixa perfeitamente nesse momento. Em todo o período em que deixei minha reeducação alimentar e exercícios de lado notei meu corpo perder as formas que havia conquistado além do aumento de peso que já era esperado, sendo assim coloquei na cabeça que tenho uma meta a cumprir até junho: eliminar 10 quilos da minha vida.

O que fazer?

Como citei acima voltei ao treino de thai além de ter entrado em uma equipe de treinamento funcional/corrida. A ideia é intercalar os treinos durante cinco dias na semana, duas vezes o funcional e três o thay, já que ambos são extremamente aeróbicos são ideais para a perca de peso que preciso. No inícios será bastante puxado já que a um bom tempo não tenho o mesmo ritmo de exercícios, mas o corpo se adapta, além de que é ótimo para a mente. Mas preciso deixar bastante claro, não sou fitness, minha vontade até então não é ser fitness, o que quero é qualidade de vida! Quero me sentir bem em uma roupa e gostar (mais) da imagem que vejo no espelho!  Sendo assim hoje inicio meu compromisso de acompanhar minha evolução mensalmente.


novembro 2016

janeiro 2016


Vamos aos números atuais:

Peso atualizado dia 10/01/2017: 89,00 
Altura : 1,67
Manequim: 42
Busto: 109
Cintura : 98
Coxa: 67
Quadril: 113
Braço: 37
IMC atual de 31 e estou acima do peso

Vale deixar aqui registrado que não farei nenhum tipo de dieta restritiva, apenas me comprometo a observar minha alimentação e cuidar dela: evitar os doces, o carboidrato e refrigerantes, pois tenho pleno conhecimento do quanto esse tipo de alimento pode arruinar qualquer tentativa de reeducação alimentar. Sendo assim estou investindo em levar minhas refeições preparadas para o trabalho, mas comida de verdade, sem suplementos ou refeições de preparo complicado ou caras;


Quem quiser me acompanhar ou estiver passando pelo mesmo processo, peço, por favor, que deixe sua experiência abaixo, vamos trocar conhecimento e dicas para esse momento se tornar mais prazerosos e chegarmos o quanto antes ao nosso objetivo.

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Psiu, tem alguém por ai?

Cara não sei nem há quanto tempo não apareço por aqui... O blog devagarzinho estava caminhando, eu estava adorando escrever para vocês, mas de repente o tempo me sumiu, e a empolgação com coisas novas que aconteceram fizeram com que eu me esquecesse do meu cantinho. Aos poucos vou contando e vocês irão entender o que aconteceu comigo nesses quase dois anos sem aparecer por aqui;
Para voltar às atividades tenho que compartilhar a última grande mudança da minha vida, ESTOU NOIVA!  E é claro que isso vai render vários e vários posts, mas para que você consiga acompanhar tudo peço que curta a  página do blog pelo facebook e também no meu instagram pessoal, pois lá eu conto tudo.
Mas vamos aos fatos:
Conheço meu noivo desde novembro de 2014 e desde o inicio do nosso namoro determinamos o prazo de esperar dois anos de namoro para pensar em um passo a mais em nossa relação, na época tínhamos 24 anos, ambos estavam se estabilizando financeiramente e no momento daquele “boom” da vida profissional, não tínhamos tempo a perder com o que não acrescentasse. Os anos passaram, nosso namoro se fortaleceu e em outubro do ano passado decidimos fazer nosso noivado.
Inicialmente iriamos fazer apenas uma janta com nossos pais, irmãos e cunhados para contar a novidade e celebrar com eles esse momento. Mas acabamos por fazer uma janta para os amigos mais chegados também (futuros padrinhos). Por se tratar de algo intimo optamos por realizar nosso noivado em minha casa, pois aqui havia um espaço bacana para comportar a todos e ficaria mais aconchegante, fui pedida oficialmente em casamento no dia 30/11/2016 e noivamos no dia 03/12/2016 e tudo foi feito por nós, desde a decoração até a comida que foi servida:


Sobre a decoração:

A louça para o jantar foi toda alugada, quis algo padrão para que ficasse mais bonito, para a mesa de doces (que foi pequenininha) aluguei também os suportes em vidro para os doces e a bandeja para o bolo (essas todas em vidro)e as toalhas de mesa. Tudo isso ficou em um valor de R$ 127,00



 O centro de mesa fiz com garrafinhas de Smirnoff com água de anilina para dar um charme, com isso não gastei nada, pois tinha anilina em casa e consegui as garrafinhas no posto que costumo abastecer (o lei da boa vizinhança sempre ajuda ;) ), coloquei um tanto de Aster (essa flor branquinha) e uma gérbera vermelha em cada uma das garrafinhas, não me lembro ao certo o valor, mas nas flores gastei menos de R$ 20,00



As letras em MDF comprei em uma lojinha aqui em Maringá e elas junto ao coração já todos pintados saíram no valor de R$ 26,00
.
Ah, usei também alguns porta retratos que não apareceram na foto, mas foram esses aqui (exatamente assim)


perdoa a foto embaçada ai gente rs 😁
Por esses três lindões ai paguei R$ 60,00 na lojas giga aqui de Maringá também.

Assim conseguimos fazer nosso jantar de noivado em um valor bastante acessível e o melhor, muito gostoso para todos os convidados (apesar que no dia escolhido choveu o dia todo, então tivemos que colocar tudo na edícula, o que deixou um pouco apertado, pois inicialmente a ideia era fazer em um espaço aberto aqui de casa). Mas é isso, aos pouquinhos vou colocando mais dicas e DIY que fiz no meu noivado.
Espero de verdade que tenham gostado do meu post reestreia do blog e espero poder contar com a ajuda de vocês para que o blog volte a ativa. Então já sabem, comentem bastante que eu apareço de volta haha, beijinhos da Mah